O Pum da vaca e a dificuldade de cumprir a meta-ano

Sagrado em algumas culturas, indispensável e atende por nome entre os camponeses; reificado pelo capital, transmutado em mercadoria de exportação, bife, costelão, picanha, bolsa e sapato. Mas não fossem seus “agenciadores”, seriam de fato um problema as vacas, os bois e seus puns? Esta questão me surgiu a ver divulgado o Documento Análise, Emissões do Setor de Agropecuária 2018, organizado pelo…

Continue lendo